Flores Comestíveis

Loading...

Flores Comestíveis



Novos aromas, cores, sabores, personalidade são muitas das características que simples flores podem adicionar à gastronomia e confeitaria. Seja pela simples finalização de uma sobremesa com uma pétala de violeta cristalizada, ou acrescentando notas de aroma e sabor à uma salada.

Mas é preciso tomar cuidado para não usá-las em excesso. Selecione apenas aquelas designadas ao consumo humano, pois não são tratadas com produtos químicos nem tóxicos. Use com moderação.

Lave as flores somente com água de forma delicada pois são frágeis. Deixe que sequem naturalmente ou use toalhas de papel.

As flores comestíveis são normalmente divididas em dois grupos: flores de jardim e flores de ervas.

Flores de jardim


Amor-perfeito



Flor assimétrica com quatro pétalas em forma de leque (duas de cada lado) e uma pétala em forma de lóbulo no fundo, a qual aponta para baixo. Em geral, é multicolorida. Com sabor ligeiramente adocicado.
Usos: Em saladas, sobremesa, confeitados e como guarnição.

Amor-perfeito, Viola tricolor



Pequena flor roxa, azul, amarela ou branca. Antecessora do amor-perfeito moderno.
Usos: Em saladas e como guarnição.

Centáurea



Possui pétalas sedosas com coloração violeta brilhante e quatro ou cinco pontas em forma de coroa no final de cada uma. As pétalas irradiam do disco central de florete como os raios de uma roda.
Usos: Em saladas e chá; como guarnição.

Calêndula



Pequena flor com pétalas brilhantes que variam entre amarelo-claro, dourado e laranja.
O miolo deve ser retirado na hora de comê-la. Há muitos anos já era utilizada na alimentação por ser um bom corante para caldas e bolos.
Aroma ligeiramente picante.

Usos: Em saladas, como guarnição.

Próxima pagina >>



Loading...
Páginas: 1 2 3 4 5

Você também pode gostar de:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Que Delicioso